Histórias do Cinema

In The Mood For Kar‑Way e Sang‑Soo

Um cineasta explica à namorada do amigo: "As tuas acções de hoje e a minha obsessão com pureza são tudo imagens. Estamos a reproduzir imagens gravadas em nós por outros." Neste diálogo de Mulher na Praia de Hong Sang-soo, uma ideia servirá de ponto de partida, o eu penso em oposição ao eu sou pensado. Do eu todo poderoso ao sujeito membro de uma comunidade, um espírito colectivo. O eu como o elemento chave da representação do indivíduo, a sala de cinema como entidade alternativa, realidade intangível na qual se privilegia o todo pelos diversos componentes, as relações e os sentimentos, as emoções como motor do nós, e o grande ecrã, veículo da reprodução desse plural, de como é que outros vivem.

Uma secção desenhada em elipse, na intersecção entre Wong Kar-Wai e Hong Sang-soo, pontos que se ligam através de sinais e sintomas emocionais recorrentes, filmes em linha curva como viagens de descoberta. Kar-Wai examina o desejo de conexão humana através de dramas visuais hipnotizantes que giram em torno do tempo e seus deslocamentos, "o meu processo é mais como uma aventura — há frequentemente desvios que me levam a lugares desconhecidos". Sang-soo investiga equívocos e ilusões entre homens e mulheres, narrativas que se distorcem e se transformam em reverberações e lugares inesperados. E se os personagens de Kar-Wai nos embriagam em cores e música pop, os de Sang-soo bebem mais e melhor. (HRP)

O Filme de Oki

de Hong Sang‑soo

Dia 16-10 18h00 (PA)
Presença de Maria João Madeira
Ok-hui-ui yeonghwa (Coreia, ficção, 2010, 80 min) M/12

Composto em quatro partes, mostra diferentes momentos na vida e diferentes perspectivas de três personagens que formam um triângulo amoroso: Song, um realizador veterano, agora professor, Jingu, um realizador mais novo e Oki, uma atraente estudante de cinema.

Ao Sabor da Ambição

de Wong Kar-wai

Dia 17-10 21h45 (PA)
Presença de Hugo Romão
Wong Gok ka moon (Hong-Kong, ficção, 1988, 100 min) M/12

Estreia na realização de Wong Kar Wai, "Ao Sabor da Ambição" é um filme de gangsters que tem lugar nas ruas de Mongkok, em Hong Kong. Andy Lau interpreta um baixo funcionário da máfia, dividido entre um romance florescente com a sua prima (Maggie Cheung, na primeira de muitas colaborações com o cineasta) e a sua lealdade para com o seu impulsivo parceiro de crime (Jacky Cheung), cujas tentativas imprudentes de ganhar reconhecimento resultam num ciclo de violência que parece não ter fim.

Dias Selvagens

de Wong Kar-wai

Dia 18-10 21h45 (PA)
Presença de Jorge Pereira
Ah Fei jing juen (Hong-Kong, ficção, 1990, 100 min) M/12

1960. Yuddy (Leslie Cheung) é um jovem que descobriu recentemente que a mulher que o criou, uma prostituta, não é sua mãe biológica. Ela recusa-se a dizer-lhe quem é a sua verdadeira mãe, até que a revelação desencadeia uma série de perturbações mentais em Yuddy. Paralelamente duas mulheres apaixonam-se por ele, mas o jovem mostra-se incapaz de decidir com quem deseja ficar.

Anjos Caídos

de Wong Kar-wai

Dia 20-10 21h45 (PA)
Presença de José Bértolo
Fallen Angels (Hong-Kong, ficção, 1995, 95 min) M/12

Depois de ter obtido a notoriedade internacional com "Chungking Express", Wong Kar-Wai apresentou "Anjos Caídos" como uma espécie de continuação desse filme. No mesmo ambiente da sua obra anterior, "Anjos Caídos" cruza as histórias de um assassino profissional e de um rapaz solitário em busca da mulher dos seus sonhos. Leon Lai interpreta o papel do assassino profissional desiludido com a vida, com a ideia fixa de superar os sentimentos que nutre pela sua colega (Michelle Reis). No cenário sórdido e surreal da vida nocturna de Hong Kong, cruza-se com um mudo que tenta chamar a atenção do mundo de uma forma pouco convencional.

O Dia em Que Ele Chega

de Hong Sang‑soo

Dia 21-10 18h30 (PA)
Presença de Luís Mendonça
Book chon bang hyang (Coreia, ficção, 2011, 80 min) M/12

Seongjun, realizador em sabática, chega a Seoul para visitar um amigo, mas o amigo não lhe atende as chamadas. Vagueia pela cidade, vai a um bar onde a dona é estranhamente parecida com a sua ex-namorada, encontra uma actriz, conhece alguns estudantes de cinema, encontra o amigo. Repetem-se personagens, situações, locais. Seongjun pode ter passado vários dias em Seoul ou talvez continue a ser o seu primeiro dia na cidade. De qualquer forma não tem outra alternativa senão enfrentar o "presente".

Chungking Express

de Wong Kar-wai

Dia 22-10 21h45 (PA)
Presença de Ricardo Gross
Chung Hing sam lam (Hong-Kong, ficção, 1994, 100 min) M/12

Os polícias 223 e 663 trabalham em Hong Kong, no turno da noite. São jovens e ingénuos e ambos foram abandonados pelas namoradas. O bar "Midnight Express" está aberto toda a noite e o seu gerente ouve pacientemente os desabafos de um dos polícias ao mesmo tempo que dá conselhos gastronómicos, pelo telefone, ao outro. Faye trabalha no bar do tio como empregada de balcão e desenvolve uma paixão secreta pelo agente que frequenta o bar. Este poderia ser o resumo do enredo de "Chungking Express" que assenta sobretudo nisso: imagens de uma das cidades mais cosmopolitas do planeta, onde as luzes nunca se apagam e o movimento é quase perpétuo. Imagens tranquilas de existências rotineiras numa cidade que desconhece a rotina e onde se vive em permanente frenesim. As pessoas passam, os lugares ficam, como disse Wong Kar-wai. Se Visconti imortalizou Veneza e Scorsese Nova Iorque, Wong Kar-wai é o poeta definitivo de Hong Kong.

Mulher na Praia

de Hong Sang‑soo

Dia 23-10 14h30 (PA)
Presença de Daniel Marques Pinto
Haebyeonui yeoin (Coreia, ficção, 2006, 125 min) M/14

Joongrae, um realizador num impasse criativo, convence Changwook, um amigo, a ir até uma estância balnear durante alguns dias. Changwook leva consigo a namorada, Moonsook, fã dos filmes de Joongrae. Os dois acabam por se envolver e Joongrae regressa a Seul. Dois dias depois, volta à estância balnear onde conhece uma jovem mulher que se parece com uma das personagens que idealiza para o seu novo filme.