Pistas para o quinto episódio

A Casa das Artes de Famalicão deixa pistas para o quinto episódio do CLOSE-UP, com a abertura entregue aos Black Bombaim e a Luís Fernandes.

Numa edição adaptada às condicionantes que vivemos, para salvaguardar a segurança dos espectadores, mas sem abdicar da importância da relação do público com a sala de cinema, deixamos algumas pistas para o quinto episódio do CLOSE-UP – Observatório de Cinema, que decorrerá em vários espaços do Teatro Municipal, de 10 a 17 de Outubro.

Com um mote orientado para a relação do Cinema com a Cidade, serão mais de 30 sessões, no habitual encontro entre produção contemporânea e história do Cinema, que destacará o período mexicano de Luis Buñuel. Também com uma forte presença da produção portuguesa e dos seus realizadores, a secção Fantasia Lusitana dedicará um foco a Pedro Filipe Marques, que incluirá uma carta branca ao cineasta. Na continuação da relação profícua estabelecida com a comunidade escolar, as várias sessões e actividades completares a realizar também nas escolas, constituirá uma das facetas nucleares do programa, assim como as sessões comentadas, com a presença de programadores, académicos, críticos, artistas e realizadores, que contribuirão para singularizar as sessões. Um dos destaques do programa são os filmes-concerto, um cruzamento de linguagens, nas sessões de abertura e encerramento do CLOSE-UP. A abertura ficará entregue ao rock corpulento dos Black Bombaim e à eléctronica de Luís Fernandes, na apresentação de uma banda sonora original e em estreia para A Idade de Ouro, o manifesto surrealista de Buñuel (mais informações abaixo).

A programação será anunciada nos primeiros dias de Setembro em www.closeup.pt e em www.casadasartes.org.

Anterior | Próximo